A crença em que Muhammad foi um Profeta

A crença em que Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) foi um Profeta e Mensageiro

  • Cremos que Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) foi um servo de Allah e Seu Mensageiro, líder dos primeiros e dos últimos. Muhammad foi o derradeiro dos profetas, não haverá nenhum outro depois dele. Entregou a Mensagem, difundindo-a, aconselhando a comunidade e lutando por Allah com todos os seus esforços.
  • Cremos no que ele disse e obedecemos ao que tem ordenado, afastamo-nos do que nos tem proibido, adoramos a Allah conforme seus ensinamentos e nos guiamos por seu exemplo. Allah, o Altíssimo, disse: “E quem de vós obedecerdes a Allah e Seu Mensageiro, e trabalharem com retidão, duplicaremos a recompensa e teremos preparado um generoso sustento” (Alcorão, Ahzaab, 33: 31).
  • Devemos amar o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) mais que amamos a nossos pais, filhos e às pessoas em geral. Sobre isso o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Não completa sua fé nenhum de vós até que eu seja mais amado para vós que seus pais, filhos e todas as pessoas” (Bukhari, 15 e Muslim, 44). Esse amor verdadeiro é demonstrado praticando sua sunnah e seguindo sua orientação, dado que a felicidade e o bom caminho não se alcançam senão por meio da obediência a ele. Allah, louvado seja, disse: “Porém, dize: (Ó Muhammad): ‘Não jureis em falso, vossa obediência é somente da palavra. Na verdade, Allah está bem informado de tudo quanto fazeis’” (Alcorão, Nur, 24: 53).
  • Aceitamos o que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) nos ensinou e seguimos sua sunnah, damos suma importância à sua orientação, assim como disse Allah: “Mas, não, (juro) por teu Senhor que não crerão a menos que te aceitem como juiz de suas disputas; e não resistais a aceitar tua decisão e submetendo-vos completamente” (Alcorão, Nissa, 4: 65).
  • Temos que nos precaver e não contrariar as ordens do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) porque desobedecê-lo é motivo de sedição, perdição e castigo. Allah disse, sobre isto: “E aqueles que desobedeçam as ordens do Mensageiro de Allah (e recusarem sua Mensagem) estejam prevenidos, pode ser que recaia sobre eles uma desgraça ou um castigo severo” (Alcorão, Nur, 24: 63).

Particularidades da Mensagem entregue a Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele)

A mensagem entregue a Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) se diferencia da dos mensageiros anteriores pelas seguintes características:

  • A Mensagem que Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) recebeu é a conclusão das mensagens e revelações anteriores. Allah, o Altíssimo, disse: “Muhammad não é pai de nenhum de vós, senão que é o Mensageiro de Allah e o selo dos profetas” (Alcorão, Ahzaab, 33: 40).
  • A Mensagem revelada a Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) derroga as revelações anteriores; assim, Allah não aceita nenhuma religião depois da revelação do Islam ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) e, só aceita que se siga a forma ensinada por Muhammad (que a paz e as bênçãos

de Allah estejam com ele), o mais honrado dos mensageiros. E ninguém chegará a desfrutar das graças do Paraíso se não seguir o seu exemplo, pois ele é o mais ilustre de todos os mensageiros, sua comunidade é a mais piedosa e a legislação que Allah lhe entregou é a mais completa das legislações. Allah, o Altíssimo, disse: “Quem segue uma religião diferente do Islam (em submissão a Allah) não será aceito e, na outra vida, contará entre os perdedores” (Alcorão, Al ‘Imran, 3: 85). O Mensageiro de Allah (que a paz e as bên

çãos de Allah estejam com ele) disse: “Juro por Aquele em cujas mãos está a vida de Muhammad, todas as pessoas desta comunidade, sejam judeus ou cristãos, que tenham escutado sobre mim e morram sem crer no que me foi enviado, formará parte de Gente do Fogo” (Muslim, 153 e Ahmad, 8609).

  • A mensagem de Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) é geral, para todas as criaturas que possuem o livre arbítrio: os gênios e humanos. Allah, o altíssimo, disse em um relato sobre o dito pelos gênios: “Ó, povo nosso! Se obedeceis ao Mensageiro de Allah e crês nele, vosso Senhor os perdoará as falta e os salvará de um doloroso castigo” (Alcorão, Ahqaaf, 46: 31). E disse, também: “E não te enviamos (Ó Muhammad!) senão como orientador e admoestador para todos os homens. Entretanto, a maioria o ignora” (Alcorão, Saba, 34: 28). Também disse o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele): “Fui privilegiado em relação aos outros enviados por seis coisas: foram-me concedidas as melhores e mais eloquentes palavras (Alcorão), fui auxiliado por meio do temor (dos meus inimigos), foi-me permitido desfrutar dos espólios, foi-me concedida a terra para purificação e lugar de prostração (mesquita), fui enviado para toda a humanidade e me foi concedido ser o selo dos profetas” (Bukhari, 2815 e Muslim, 523).

Frutos da crença nos mensageiros:

A crença nos mensageiros possui magníficos frutos, dentre eles:

  1. Conhecimento da misericórdia divina e Seu cuidado por Seus servos, pois Ele enviou mensageiros para que os homens fossem guiados pelo caminho correto. Eles ensinaram a forma com que devíamos adorar a Allah, pois o raciocínio do ser humano não chega ao ponto de compreender isso. Allah, o Altíssimo, disse sobre nosso Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele): “Temos te enviado (Ó Muhammad!) como misericórdia para todos os seres” (Alcorão, Anbiyah, 21: 107).

  2. Agradecimento a Allah por esta grandiosa graça..

  3. Amor aos mensageiros (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com eles), respeito e reverências a eles, assim como merecem, já que adoraram a Allah, pregando Sua mensagem e aconselhando Seus servos.

  4. Seguir a mensagem revelada por Allah, que os mensageiros trouxeram: a adoração única a Allah, sem nenhum parceiro e a aplicação desta mensagem para que os crentes possam realizar o bem, seguir a orientação e obter a felicidade em ambas as vidas. Allah, o Altíssimo, disse: “Aqueles que seguem Minha orientação não se desencaminharão e nem serão prejudicados. Porém, aqueles que se afastarem de Minha recordação (Sua religião) levarão uma vida mísera e, no Dia do Juízo, ressucitá-lo-emos como cego” (Alcorão, Taha, 20: 123,124).

 A mesquita al aqsa’ tem um lugar especial no coração dos muçulmanos, já que foi a segunda mesquita construída na terra – construída após a de Meca. O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele), junto com o resto dos profetas, realizou uma oração ali.