A crença nos mensageiros (Os seis pilares da fé)

A necessidade das pessoas pela mensagem divina:

As pessoas necessitam da mensagem divina que lhes explique as leis essenciais e os guie ao que é correto, porque a mensagem é a alma, a luz e a vida do mundo. Quais a possibilidades restariam ao mundo sem alma, vida e luz?

Por isso, Allah denomina a Sua mensagem como “espírito”, pois se não está presente, não há vida. Allah, o Altíssimo, disse a este respeito: “E te temos revelado com um espírito (Alcorão) por Nosso desígnio; tu não conhecias os Livros (revelados anteriormente) nem a fé (nos preceitos divinos), porém fizemos com que ele fosse uma luz com a que orientamos aqueles que queremos dentre Nossos servos. E tu (Ó Muhammad!), em verdade, guias à senda reta” (Alcorão, Shura, 42: 52).

A razão também necessita a Mensagem, porque, apesar de saber discernir entre o bem e o mal, de forma geral, não pode conhecer isto de forma detalhada e nem saber como é a adoração ou sua forma de fazê-la. A única forma de adquirir este conhecimento é através da revelação.

Não há outra via à felicidade nesta vida e na outra, exceto através das mãos dos mensageiros. Não há outra forma de reconhecer com precisão o bom e o mau se não é através dos ensinamentos deles. Quem recusar a Mensagem viverá em constante dúvida, dificuldade e turbulência.

Um dos pilares da fé:

A crença nos Mensageiros de Allah é um dos seis pilares da fé. Allah, o Altíssimo, disse: “O Mensageiro e seus seguidores creem no que foi revelado por seu Senhor. Todos creem em Allah, Seus anjos, Seus livros e Seus mensageiros. Não fazemos diferença entre nenhum de Seus mensageiros” (Alcorão, Baqara: 285).

Esta ayah (versículo) nos indica a obrigação de crer em todos os mensageiros, que a paz esteja com eles, e não agir como os judeus e cristãos que aceitam alguns mensageiros e recusam outros.

O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “A fé é que creias em Allah, Seus anjos, Seus Livros, Seus mensageiros, no Dia do Juízo Final e no decreto divino, seja ele agradável ou desagradável” (Muslim, 8).

O significado da crença nos mensageiros:

É crer firmemente que Allah enviou a cada comunidade um mensageiro, que convidou as pessoas a adorarem unicamente a Allah, sem nenhum parceiro. Significa crer que todos os mensageiros foram verazes e dignos de credibilidade, piedosos, confiáveis, uma orientação para os extraviados e que entregaram tudo o que Allah revelou a eles, sem esconder ou mudar absolutamente nada, sem acrescentar ou deturpar nem uma só letra da revelação. Allah, o Altíssimo, disse: “Os mensageiros apenas tinham a obrigação de transmitir a Mensagem com clareza” (Alcorão, Nahl, 16: 35).

Em que implica a crença nos mensageiros?

  1. A crença em que as mensagens trazidas por eles provêm de Allah e que todas, trazidas por todos os mensageiros, convidavam ao monoteísmo, quer dizer, a adoração ao Deus único, sem parceiros. Tal como foi dito por Allah, no Alcorão: “Por certo que enviamos a cada comunidade um Mensageiro (que a exortasse a) adorar a Allah e evitar o Sedutor” (Alcorão, Nahl, 16: 36).

As leis que os Profetas receberam podem diferir entre si nos assuntos secundários do lícito e ilícito, já que cada mensagem era adequada para a comunidade a que era dirigida. Sobre isso Allah disse: “A cada comunidade temos dado uma legislação própria e uma norma” (Alcorão, Ma’idah: 48).

  1. A crença em todos os mensageiros e profetas. Crer naqueles profetas que Allah mencionou por seu nome, por exemplo: Muhammad, Abraão, Moisés, Jesus, Noé, que a paz esteja com todos eles, enquanto aqueles que não foram mencionados pelo nome, então, devemos crer de forma geral. Quem recusar a mensagem de um dos profetas haverá refutado a todos.
  1. Crer em todas as histórias autênticas sobre os mensageiros e seus milagres, que se encontram no Qur’an e na sunnah, por exemplo, a história de Moisés, que a paz esteja com ele, quando abriu o mar.
  1. Colocar em prática a lei do Mensageiro que nos foi enviado, o melhor e derradeiro dos profetas: Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele).

Características dos mensageiros:

  1. São seres humanos e a diferença que há entre eles e as demais pessoas é que Allah os elegeu para receber a revelação e a Mensagem. Allah, o Altíssimo, disse: “Não enviamos antes de ti senão homens a quem transmitimos a Nossa revelação” (Alcorão, Anbiyah, 21: 7).

Eles não possuem nenhuma característica ou atributo divino, são somente humanos que alcançaram a integridade em seu comportamento interno e externo, demonstrando um completo exemplo de ética e moral. Tinham lógica e eloquência que os fazia merecedores de dirigir a seus seguidores a Mensagem e cumprir com a missão profética.

Allah fez com que os mensageiros pertencessem ao gênero humano para que fossem um exemplo perante seus iguais. Portanto, seguir o exemplo do Mensageiro está ao alcance da capacidade de qualquer pessoa.

  1. Allah os designou, dentre todas as pessoas, para portar a Mensagem e os elegeu para receber a Revelação. Allah, o Altíssimo, disse: “Dize: não sou mais que um homem, a quem foi revelado que só deveis adorar a Allah, vossa única divindade” (Alcorão, Kahf, 18: 110).

A profecia e a Mensagem não se adquirem por mérito espiritual, nem intelectual, senão que é uma eleição de Allah com a qual honra os profetas. Allah, o Altíssimo, disse: “Allah sabe melhor que ninguém em quem confiar Sua Mensagem” (Alcorão, An’am, 6: 124).

  1. São infalíveis quando transmitem a revelação de Allah. Não se equivocam em seus ensinamentos sobre Allah, como também não se equivocam ao executar o que Allah lhes tem revelado.
  2. São verazes. Os mensageiros, que a paz esteja com eles, são verdadeiros no que dizem ou fazem. Disse o Altíssimo: “Isto foi o que o Misericordioso os prometeu e os mensageiros disseram a verdade” (Alcorão, Yasin, 36: 52).
  3. A paciência. Cumpriram sua função de convidar as pessoas à religião de Allah, pregando e admoestando, sofrendo ataques e dificuldades, mas, tiveram paciência e seguiram em Sua senda para elevar a Palavra de Allah. Allah, o Altíssimo, disse: “Sê paciente (Ó Muhammad!) como foram os mensageiros mais distintos” (Alcorão, Ahqaaf, 46: 35).

Os milagres dos mensageiros:

Allah, o Altíssimo, apoiou Seus mensageiros com provas de diferentes tipos para confirmar a veracidade de sua profecia. Entre estas formas, encontram-se os milagres e as evidências externas, as quais estão fora do poder humano. Desta forma, demonstraram a veracidade da mensagem que haviam recebido.

Um “milagre” é definido como um fato sobrenatural, que Allah manifesta nas mãos de Seus profetas e mensageiros, sendo impossível, para qualquer ser humano, realizá-lo.

Entre eles, estão:

  • A transformação do cajado de Moisés (que a paz esteja com ele) em serpente.
  • A informação que Jesus (que a paz esteja com ele) dava à sua gente sobre o que comiam ou faziam em seus lares.
  • Quando a lua se partiu em duas metades para nosso Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele).