A humildade (Exemplos de bons modos da vida do Profeta)

Exemplos de bons modos da vida do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele)

 O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) era o mais completo exemplo dos bons modos. .

 

O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) era o melhor e mais ilustre exemplo de bons modos. Por isso, o Alcorão descreve seu comportamento como grandioso e magnânimo. Sua esposa ‘Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) o descreveu acertadamente quando disse: “seu comportamento era o Alcorão”, quer dizer, era o exemplo vivo do Alcorão.

A humildade

  • O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) não aceitava que ninguém se levantasse e o reverenciasse, ao contrário, proibia este ato. Seus companheiros (que Allah esteja satisfeito com todos eles) que tinham ciência que ele detestava reverências, quando o viam chegar não se levantavam, apesar do amor que sentiam, isso por causa do grande temor que tinham em desagradá-lo (Ahmad, 12345 e al Bazzar, 6637).
  • Um dia, ‘Udai Bin Hatim, um dos dignatários dos árabes (que Allah esteja satisfeito com ele) veio até o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) para se informar de sua Mensagem, antes de haver se convertido ao Islam. Disse: “Quando cheguei vi que havia uma mulher e um ou dois meninos com ele e, quando observei o trato que lhe era concedido, então, soube que não era um rei como o da Pérsia ou nenhum César” (Ahmad, 19381). A humildade é a atitude de todos os profetas.
  • Sentava-se com seus companheiros como mais um deles, sem que nada o diferenciasse, tanto que quando chegavam estranhos e se sentavam entre eles, não eram capazes de distinguir qual deles era o Profeta e perguntavam: “Quem de vós é Muhammad?” (Bukhari, 63).
  • Annas (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “Qualquer escrava de Medina vinha e tomava a mão do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) e o levava onde quisesse” (Bukhari, 5724). “Tomar a mão” quer dizer que era bondoso e respondia aos desejos dos mais débeis ou dos mais jovens, e, menciona-se a escrava e não a mulher livre para simbolizar a extrema humildade que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) tinha e como ajudava a todos.
  • O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Não entrarão no Paraíso aqueles que tenham, em seu coração, o peso de um átomo de arrogância” (Muslim, 91).