A sanção da usura

A sanção da usura:

  1. A pessoa que faz uso da usura é alvo da ira de Allah e de Seu Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) e se transforma em seu inimigo, pois Allah e Seu Mensageiro declararam guerra por este motivo. Allah diz no Alcorão: “E se não deixais a usura, sabeis que Allah e Seu Mensageiro vos declararão guerra. Mas, se vos arrependerdes, tereis direito ao capital original, desta forma não oprimireis e nem sereis oprimidos” (Alcorão, Baqara, 2: 279). Esta guerra tem suas consequências psicológicas e físicas; denota preocupação, depressão, tristeza, insatisfação e stress… Estas são apenas consequências desta guerra nesta vida, que dizer das consequências da próxima vida?
  2. Aquele que se beneficia da usura é maldito e privado da misericórdia de Allah, tanto ele quanto quem colabore em um processo ou trâmite que implique na usura. Jabir, que Allah esteja satisfeito com ele, disse: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) maldisse ao consumidor da usura, o usurário, o escrivão do acordo e suas testemunhas”, e adicionou: “são iguais no pecado” (Muslim, 1598).
  3. O consumidor da usura estará na pior situação no Dia da Ressurreição e se comportará como um louco possuído, sobre isso Allah, o Altíssimo, disse no Alcorão: “Os que lucram com a usura sairão (de suas sepulturas no Dia do Juízo) como aquele a quem Satanás possuiu, deixando-o transtornado” (Alcorão, Baqara, 2: 275).
  4. A riqueza adquirida através da usura não possui nenhuma bênção e não produz nenhuma felicidade nem calma. É mencionado no Alcorão: “Allah fará com que tudo que provenha da usura não tenha nenhuma bênção, mas, em troca, (Allah) aumentará a riqueza daqueles que fazem caridades” (Alcorão, Baqara, 2: 276).