A sentença do Islam sobre a usura

A sentença do Islam sobre a usura:

A usura é total e claramente proibida, tanto no Alcorão, quanto nos ensinamentos do Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele). É um dos pecados capitais; Allah não ameaçou ninguém com a guerra, exceto o usurário e quem vive da usura. Este crime que implica na exploração da necessidade alheia também foi proibido pelas religiões do Livro anterior (cristianismo e judaísmo), mas com o tempo estas religiões foram deturpadas de sua versão original. Por isso, Allah, louvado seja, recrimina aqueles que mudaram os textos sagrados dos livros revelados por interesses mundanos: “Por lucrar com a usura, sendo que lhes havia sido proibido e por apropriar-se dos bens do próximo indevidamente. Por certo que reservamos aos incrédulos dentre eles um doloroso castigo” (Alcorão, Nissa, 4: 161).