O Islam é a religião da moderação

O Islam é a religião da moderação

O Islam é a religião da moderação, sem negligência, exagero ou fanatismo e isso é demonstrado em todos os ritos religiosos e formas de adoração.

Por isso Allah confirmou a moderação ao Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele), a seus companheiros e aos crentes por meio dos assuntos fundamentais:

 

A retidão na religião e o respeito pelos ritos de Allah nos corações

A proibição do exagero, transgressão e tirania

Allah, o Altíssimo, disse: “Mantenha-te firme (na senda reta) como te tens sido ordenado e que também o faça aqueles que se arrependem e não sejais transgressores; sabeis que Ele vê bem tudo quanto fazeis” (Hud, 11:112).

Quer dizer, é um dever observar a retidão na verdade e o esforço; sem exagerar, nem transgredir.

Quando o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) estava ensinando seus companheiros um dos rituais da peregrinação advertiu que não cometessem exageros. Também informou que esta foi uma das causas da perdição das nações anteriores, sobre isso, disse: “Cuidado com os exageros na religião, pois isso foi o que trouxe a perdição àqueles que vieram antes de vós” (Ibn Majah, 3029).

O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) também disse: “Faz todas as boas obras que puderes” (Bukhari, 1100).

O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) explicou detalhadamente a realidade da mensagem que lhe foi revelada, a qual não exige esforço superior ao que cada um possa realizar. O Islam ensina a sabedoria e a facilidade. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Certamente Allah não me enviou à força e nem para forçar, senão que me enviou como professor para facilitar as coisas” (Muslim, 1478).