O Islam – uma religião universal

O Islam, uma religião universal

A religião do Islam trouxe misericórdia e orientação para todos os povos, em suas diferentes culturas, raças, costumes e países. Allah, o Altíssimo, disse: “E não te temos enviado senão como misericórdia para o universo” (Alcorão, Anbiya’ 21:107).

O Islam respeita todos os costumes dos povos e suas tradições e não obriga o novo muçulmano a mudá-las, a menos que estas sejam contrárias às normas estabelecidas pelo Islam. Assim, os costumes que sejam contrários às normas islâmicas devem ser mudados por algo que esteja de acordo com estas, dado que Quem ordena e proíbe é Allah, o Sapiente, o Conhecedor de tudo, glorificado e louvado seja. E a forma de demonstrarmos nossa crença é colocando estas normas em prática.

O novo muçulmano não tem a obrigação de seguir ou adotar os costumes das comunidades muçulmanas que não têm relação com o Islam e suas normas. Isto porque são meros costumes que as pessoas praticam, estando permitidos sempre e quando não contradigam os ensinamentos islâmicos.

Toda a Terra é um lugar para adoração de Allah:

O Islam considera toda a Terra como um lugar idôneo para a vida e a adoração de Allah. Por isso, não há nenhum país ou lugar definido ou obrigatório para onde o muçulmano emigre e resida, pelo contrário, considera-se que em qualquer lugar do mundo o muçulmano pode realizar seus atos de adoração a Allah.

Tampouco é obrigatório para o muçulmano desligar-se ou emigrar para outro lugar, com exceção da situação em que lhe é proibida a prática de sua religião no lugar em que se encontra. Neste caso, deve-se mudar para outro lugar onde posso adorar a Allah sem problemas como disse Allah, o Altíssimo: “Ó servos Meus que criei! Por certo que Minha Terra é extensa, adora-me, pois, somente a Mim” (Alcorão, Ankabut 29:56).