O jejum voluntário

O jejum voluntário

Allah prescreveu o jejum obrigatório em apenas um mês do ano, mas Ele também ama o jejum em outros dias. Quem puder fazer e desejar aumentar sua recompensa, então, pode jejuar os seguintes dias:

  1. O dia de ‘Ashura, podendo somar a ele o dia anterior ou posterior. ‘Ashura é o décimo dia do mês de Muharram, o primeiro mês do calendário islâmico. Neste dia Allah salvou seu profeta Mussa (Moisés, que a paz esteja com ele) do Faraó, afogando o Faraó e seu exército. O muçulmano jejua nesta data como agradecimento a Allah por haver salvo Mussa e também seguindo a tradião de nosso Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) que disse, sobre este assunto: “Jejuai (o dia de ‘Ashura) com um dia antes ou depois” (Ahmad, 2154). Quando foi consultado sobre o jejum deste dia o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Apaga os pecados do ano anterior” (Muslim, 1162).
  2. O dia de ‘Arafah, que é o nono dia do mês de Dhul hijjah, décimo segundo mês do calendário islâmico. Neste dia se reúnem os peregrinos no vale de ‘Arafah, onde rogam a Allah, o Majestoso, invocando-O. Este é o melhor dia do ano e o jejum é permitido àqueles que não estão peregrinando. Quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) foi consultado sobre o jejum do dia de ‘Arafah disse: “Apaga as faltas do ano anterior e do próximo” (Muslim, 1162).
  3. Seis dias de Shawwal, que é o décimo mês do calendário islâmico. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Quem jejuar no Ramadan e logo siga com seis dias em Shawwal é como se tivesse jejuado toda a sua vida” (Muslim, 1164).