O objetivo da nossa existência

O objetivo da nossa existência

Responder à pergunta mais substancial de nossa existência não é um assunto fácil, nem para os pensadores e nem para as pessoas comuns:

Por que existimos?

Qual o objetivo de nossa existência?

Alcorão definiu com toda a clareza e precisão a causa e o objetivo da existência do ser humano nesta vida, quando disse Allah, o Altíssimo: “Não criei os gênios e humanos, senão para que Me adorem” (Alcorão, Dhaariyaat 51:56). Quer dizer, a adoração é a causa de nossa existência na terra e tudo mais são meios, caminhos e complementos da vida.

Entretanto, a adoração, segundo o entendimento do Islam, não significa uma vida monástica, nem o abandono da vida e seus prazeres, senão que reúne tudo junto: oração, jejum, caridade, todos os atos do ser humano, suas obras, seus ditos, suas invenções, suas relações, inclusive jogos e prazeres, os quais são acompanhados de uma boa intenção e objetivo nobre. Por isso, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “… inclusive na vossa relação sexual há caridade…”, isto significa que há uma recompensa da qual desfruta o muçulmano, inclusive quando aproveita a presença de seu cônjuge.

E, a causa disso, é que a adoração se transforma, apesar de ser o objetivo da vida, numa realidade da vida. E por isso, o muçulmano tem diferentes formas de adoração, tal como é dito no Qur’an: “Por certo que minha oração, minhas oferendas, minha vida e minha morte pertencem a Allah, Senhor do universo” (Alcorão, An’am 6:162).