O que anula o jejum

O que anula o jejum

Coisas que o jejuador não deve fazer, pois anulam o jejum, são as seguintes:

  1. Comer e beber. Allah, o Altíssimo, disse: “Comei e bebei até que se distinga o fio branco (a luz da aurora) do preto (a escuridão da noite), então, completai o jejum até a noite” (Alcorão, Baqara, 2: 187). No caso de alguém comer ou beber por esquecimento, seu jejum continua e não cometeu nenhuma falta, assim como foi relatado pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele): “Quem se esquece que está jejuando e come ou bebe, que complete seu jejum, porque certamente Allah o alimentou e o deu de beber” (Bukhari, 1831 e Muslim, 1155).
  2. O que está dentro do significado de comida e bebida.
  • Soro e injeções intravenosas com substâncias nutritivas, que são aplicadas no corpo por deficiência de sais ou anemia; porque elas substituem a comida, então são consideradas da mesma categoria.
  • A transfusão de sangue, pois é o sangue em si é a via através da qual se distribuem os nutrientes no corpo.
  • Fumar, em qualquer de suas formas, anula o jejum, pois intoxica o corpo por meio da aspiração do fumo.
  1. O coito, quer dizer, quando há penetração, havendo ou não ejaculação.
  2. A ejaculação voluntária, seja por fricção, masturbação ou qualquer outra forma.

Já a polução noturna, que é a ejaculação de sêmen durante o sono, não anula o jejum, pois é involuntária.

Está permitido que os cônjuges se beijem, sempre e quando saibam que poderão se controlar.

  1. Provocar vômito, mas aquele que vomita de forma involuntária não anula seu jejum. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Quem vomita enquanto está jejuando não precisa recuperar o jejum, mas, aquele que induz o vômito, deve recuperar” (Tirmidhi, 720 e Abu Dawud, 238).
  2. A menstruação (haid) e o sangramento pós-parto (nifas). Se há sangue por algum destes motivos, o dia de jejum da mulher é invalidado. No caso de se purificar logo depois da saída do sol, não se deve jejuar neste dia. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Quando a mulher menstrua não deve fazer a oração e nem jejuar” (Bukhari, 1850).

Ao passo que a hemorragia ou sangramento causado por uma enfermidade não anula o jejum.