O sacrifício na legislação islâmica

O sacrifício na legislação islâmica:

Consiste em degolar o animal que cumpre com os requisitos islâmicos acima citados.

Os requisitos para o sacrifício islâmico:

 Allah tornou lícito o consumo de carne sacrificada pelo Povo do Livro (judeus e cristãos) caso degolem os animais de maneira correta.

  1. Que quem o sacrifica seja muçulmano, judeu ou cristão e que saiba como fazê-lo.
  2. Que se utilize um instrumento apto ao sacrifício, fino e cortante, para que o animal seja atingido e morra de maneira rápida e fácil, sem sofrimento. Por isso, proíbe-se todo ato de brutalidade durante o sacrifício, como matá-los a golpe na cabeça ou eletrocutando-os.
  3. Deve-se mencionar o nome de Allah dizendo “Bissmillah” no momento de passar a faca.
  4. Cortar no momento da degola: a veia jugular e artéria aorta, a laringe e o esôfago ou, pelo menos, três destes quatro.

Se forem cumpridos estes requisitos, então o sacrifício será válido e o consumo da carne será válido; se não, não será.