Qual o significado de adoração?

A adoração é uma denominação genérica que engloba tudo o que Allah ama e com o qual Se compraz dentre as palavras e ações que foram ordenadas, sejam estas obras externas: como a oração, caridade obrigatória e peregrinação; ou obras internas: como o amor por Allah e Seu Mensageiro, o temor a Allah, encomendar-se a Ele, suplicar a Allah e outras.

 

A adoração em todos os âmbitos da vida:

Todas as obras feitas com uma intenção pura são consideradas atos de adoração e são recompensadas.

A adoração inclui todas as ações do crente, sempre que tem a intenção de aproximar-se de Allah, o Altíssimo. Deste modo, no Islam, a adoração não se limita aos rituais como a oração, o jejum, etc., senão, a todas as ações de bem, acompanhadas de uma boa intenção, porque o objetivo correto se transforma num ato de adoração, o que é recompensado. Assim, se o muçulmano come ou bebe ou dorme e tem a intenção, nestas ações, de se fortalecer, fazendo com que possa obedecer e adorar a Allah corretamente, é recompensado por isto. Assim, o muçulmano vive toda sua vida para Allah e se alimenta com a intenção de se fortalecer e obedecer a Ele – dessa forma, sua ação tem o objetivo de adoração. Casa-se para se proteger do ilícito e seu matrimônio é uma forma de adoração. Neste mesmo sentido, estão também suas ações comerciais, seu emprego e sua forma de ganhar dinheiro todos são atos de adoração. Além de seus estudos, sua vida acadêmica, suas pesquisas, suas descobertas, o cuidado dos cônjuges um com o outro, o bom trato, o cuidado com os filhos e a manutenção do lar, todos estes são atos de adoração se são praticados com a intenção correta.

A maior sabedoria em toda a criação é a adoração:

Allah, o Altíssimo, disse: “Por certo que criei os gênios e humanos para que Me adorem. Não pretendo, deles, nenhum sustento, nem desejo que Me alimentem” (Alcorão, Dhaariyaat, 51: 56-57).

Allah nos disse qual é a sabedoria por trás da criação dos gênios e humanos, ou seja, adorar a Ele, ainda que Allah não necessite desta adoração. São eles, gênios e humanos, que necessitam adorá-Lo, pois precisam de Allah, o Altíssimo.

Mas, se um ser humano deixa de lado este objetivo e submerge nos prazeres mundanos, sem ter em mente que existe por causa da sabedoria de seu Senhor, não se diferencia do resto das criaturas que existem neste universo. Por exemplo, os animais comem e procriam, mas não necessitam da consciência que foi dotada ao ser humano, porém, eles não serão julgados por suas obras. Allah disse: “Quanto aos incrédulos, que comem como o gado, o Fogo lhes será a morada” (Alcorão, Muhammad, 47: 12). Deste modo, são comparados aos animais em suas ações e objetivos, com a diferença que os humanos terão um julgamento por seus atos, dado que possuem raciocínio, compreendem a diferença das coisas e suas diferenças em relação aos animais.

Os pilares da adoração:

As condições que têm um ato de adoração para que seja válido e aceito são: que seja realizado somente para agradar a Allah e que seja feito de acordo com a tradição de Seu Mensageiro.

A adoração que Allah ordenou é baseada em dois importantes pilares:

O primeiro: absoluta humildade e temor.

O segundo: absoluto amor a Allah.

Assim, a adoração que Allah ordenou a Seus servos tem que observar uma absoluta humildade, temor e dedicação a Allah combinado com amor, intenção, esperança e desejo por e para Allah.

Assim, a adoração que Allah ordenou a Seus servos tem que observar uma absoluta humildade, temor e dedicação a Allah combinado com amor, intenção, esperança e desejo por e para Allah. Mas, o desejo que não está acompanhado de humildade e temor, como por exemplo o desejo pela comida ou dinheiro, não compõe parte da adoração. Da mesma forma, o temor sem desejo, como o temor a um animal selvagem ou o temor a um governante opressor, também não são parte da adoração. Mas, quando se reúne desejo e temor em um mesmo ato, então, aí sim, é adoração e a adoração não deve ser para ninguém, senão Allah.

As condições da adoração:

As condições que a adoração tem para que seja válida e aceita são duas:

 

A sinceridade na adoração a Allah, unicamente para Ele, sem quaisquer parceiros.

Que seja de acordo com a tradição do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele).

Tal como disse Allah, o Altíssimo: “Aqueles que submeteram seu rosto a Allah e trabalharam bem obterão recompensa, em seu Senhor, e não serão presas do temor, nem se atribularão” (Alcorão, Baqara, 2: 112)

O significado de “…submeteram seu rosto a Allah” é ser monoteísta e dedicar sinceramente seus atos de adoração a Allah.

O significado de “…trabalharam bem” é seguir a lei de Allah e a tradição de Seu Mensageiro.

Que as obras sejam de acordo com a tradição do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele), nas formas de adoração concretas: oração, jejum, recordação de Allah e tudo o que entra no grupo das adorações ritualísticas em geral. Mas as ações que o servo faz com a intenção de ser recompensado por Allah, como por exemplo: praticar esportes para fortalecer seu corpo e assim adorar a Allah melhor, ou fazer uma ação comercial para sustentar sua família, enfim, nestas obras não é obrigatório seguir a forma em que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) as fez. Basta que a pessoa não seja contrária à tradição e não pratique nada ilícito nestas suas ações.