Significado da purificação (Tahara)

 Allah ordenou ao muçulmano que purifique seu interior da associação a Allah e das doenças do coração e que purifique seu exterior das coisas ilícitas e das sujeiras.

Significado da purificação (Tahara)

Literalmente, significa: tirar a impureza, limpar e purificar.

Allah ordenou ao muçulmano purificar seu exterior e interior, portanto, ele deve purificar seu exterior das coisas ilícitas como as sujeiras e, purificar seu interior limpando o coração da associação a Allah e das doenças do coração, como a inveja, o orgulho e outros pecados. Se isto é cumprido, então, ele é merecedor do amor de Allah, assim como Allah, a Altíssimo, disse no seguinte versículo: “Em verdade, Allah ama aos que se arrependem e purificam” (Alcorão, Baqara, 2: 222).

Allah também ordenou a purificação para se realizar a oração (salah), porque é nosso encontro com Ele e a forma de invocá-lo. É sabido que a pessoa se purifica e veste sua melhor roupa quando vai ao encontro de um rei ou um presidente, então, como deveria ser caso fosse encontrar o Rei dos reis?

Que tipo de purificação é necessária para fazer a oração (salah)?

Allah ordenou ao muçulmano uma purificação legal, isso significa que ordenou uma ação obrigatória para quando se deseja fazer o salah, tocar o Alcorão ou realizar as sete voltas na Kaabah (tawaf), como também a recomendou para diferentes situações, entre elas: recitar o Alcorão sem tocar o Livro em si, realizar uma súplica, antes de dormir e outras situações.

É um dever para o muçulmano quando quer realizar o salah purificar-se de duas coisas:

 

A impureza

O que anula a ablução menor (wudu)

 O ato de purificação

  • As impurezas são aquelas coisas que a Lei considerou como sujas e as que foram ordenadas que nos purificássemos para realizar um ato de adoração.
  • Em princípio, todas as coisas existentes na Terra são permissíveis e puras, consequentemente, a impureza é uma exceção. Portanto, se não temos certeza da pureza de uma roupa, por exemplo, e não estamos seguros se contém impurezas, em princípio, considera-se que esteja pura.
  • Quando queremos fazer a oração (salah), é um dever que nos purifiquemos das impurezas do corpo, das vestes e do lugar onde vamos rezar.

Algumas destas impurezas são:

1 A urina e os excrementos humanos.
2 O sangue, porém, se a quantidade é mínima, então, não afeta.
3 A urina e excremento dos animais, em especial aqueles que são proibidos na alimentação (ver página 187).
4 O cão e o porco.
5 A carne dos animais mortos, exceto dos que são permitidos o consumo sem o sacrifício (degola) segundo a legislação (ver página 188). Ao contrário, a carne do ser humano falecido, dos peixes e insetos são puras.

 Para tirar as impurezas pode ser utilizado qualquer método.

A purificação das impurezas

Para lavar estas impurezas que estejam no corpo, roupa, no lugar onde será feita a oração, etc., basta tirá-las por qualquer método – podendo usar água ou outra coisa – porque nosso Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) ordenou que tirássemos as impurezas sem condicionarmos o número de vezes a serem lavadas, com exceção da sujeira dos cães (saliva, urina ou excremento), sobre as quais foi dito que devem ser lavadas sete vezes, uma delas com terra. As outras impurezas, basta removê-las, sem se importar se permaneceu um pouco de sua cor ou odor, assim como disse o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele): “Basta-te lavar o sangue e não te prejudicará se permanecer sua mancha” (Abu Dawud, 365).

Condutas no momento de fazermos nossas necessidade e nos higienizar

  • Recomenda-se que quando se entre no banheiro, entre com o pé esquerdo e diga: “bissmillah, Allahumma inni a’udhu bika min al khubdhi wal khabaa’idh” (Em nome de Allah. Ó Allah, em Ti tomo refúgio dos perversos).
  • E quando se sai do banheiro, que seja com o pé direito e diga: “ghufranak” (Peço Teu perdão).
  • Deve-se cobrir as partes privadas (‘awrah) do olhar das pessoas quando se estiver fazendo as necessidades.
  • Está proibido realizar as necessidades em lugares públicos, nos caminhos, nos cursos d’água ou em lugares onde possa incomodar as pessoas.
  • É ilícito fazer as necessidades em algum buraco quando este se encontra em campo aberto, pois pode haver animais nele e, assim, prejudicá-los.
  • Não se orientar em direção à quiblah (direção de Meca), nem dar-lhe as costas, quando se está fazendo as necessidade fisiológicas e, se é em um campo aberto, deve-se tomar cuidado, como menciona o hadith: “Se algum de vós quer atender às necessidades fisiológicas que não se posicione de frente ou de costas à quiblah” (Bukhari, 386 e Muslim, 264).
  • Deve-se ter cuidado para não sujar a roupa e o corpo com algum respigo de impureza que possa atingir ou manchar e, caso ocorra, deve-se lavar a parte suja.
  • Depois de fazer as necessidades, deve-se fazer uma de duas coisas:
Deve-se limpar as partes do corpo de onde saiu a urina e os excrementos com água (al-istinkha).
 
Deve-se limpar três vezes ou mais, por meio de papel higiênico, pedras ou o que se tenha à mão e que sirva como objeto para limpar o corpo, eliminando toda a impureza (al-istijmar).

 O que anula a purificação (hadath)

  • O estado de impureza ritual é um estado do ser humano que o impede de realizar a salah até que esteja purificado, mas não se refere a uma sujeira material, concreta e palpável, aderida ao corpo.
  • O muçulmano sai do estado de impureza quando realiza a ablução menor (wudu) ou a ablução maior (ghusl) com água pura. O significado de água pura é a água que não contém sujeira ou não há nada nela que modifique sua cor, sabor e odor.

O que anula a ablução (hadath) se classifica em dois tipos:

 
O que torna obrigatória que a pessoa faça a ablução menor, e chama-se impureza menor (hadath al asghar).
O que torna obrigatória que a pessoa faça a ablução maior, e chama-se impureza maior (hadath al akbar).

O que anula a ablução menor (hadath al asghar):

A purificação do muçulmano é anulada, tornando obrigatório realizar o wudu, caso lhe aconteça alguma das seguintes coisas:

  1. Urinar, defecar e a eliminação de qualquer excremento que saia por estes locais, como, por exemplo, os gases. Allah, louvado seja, disse em relação à purificação: “… Se um de vós vier após responder às necessidades fisiológicas…” (Alcorão, Nissa, 4: 43). E o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse, sobre aquele que permanece em dúvida sobre a anulação de sua ablução para poder fazer a salah: “Quem sentir algo em seu estômago, que não abandone a oração (para fazer a ablução menor) até que escute o ruído ou sinta o mau cheiro” (Bukhari, 175 e Muslim, 361).

     Para tirar as impurezas pode ser utilizado qualquer método.

  2. Tocar o pênis, intencionalmente, com desejo, como foi dito no hadith: “Quem tocar seu pênis deve realizar a ablução menor (wudu)” (Abu Dawud, 181).
  3. Comer carne de camelo, pois o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) foi consultado a este respeito: “Acaso devo fazer a ablução menor se como carne de camelo?, disse: Sim!” (Muslim, 360)
  4. Perder a consciência através do sono, loucura ou embriaguez.