Tuas transações financeiras

Tuas transações financeiras

Allah nos ordenou trabalhar para conseguirmos o sustento e nos incentivou a não depender dos demais:

  • O Islam proíbe a mendicância se a pessoa pode trabalhar e conseguir seu sustento por ela mesma; e também nos ensina que quem pede às pessoas, com condições para trabalhar, então, perde sua posição ante Allah e ante a sociedade. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Quem costuma pedir às pessoas aparecerá no Dia do Juízo, ante Allah, sem carne em seu rosto” (Bukhari, 1405 e Muslim, 1040).

O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Quem sofre uma necessidade e pede às pessoas, sua necessidade não será satisfeita, mas quem roga a Allah, Allah fará com que se satisfaça sua necessidade” (Ahmad 3869 e Abu Dawud, 1645).

Todos os trabalhos lícitos são nobres.

  • Toda profissão industrial ou na área de prestação de serviços é nobre, sempre que se realize nos limites do lícito. O Islam ensina que os profetas trabalharam em âmbitos lícitos. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Todos os profetas de Allah trabalharam no pastoreio de rebanhos” (Bukhari, 2143); por exemplo, o Profeta Zacarias (que a paz esteja com ele) era também carpinteiro (Muslim, 2379).
  • Quem trabalhar com a intenção de se sustentar e sustentar sua família, evitar pedir às pessoas e ajudar os necessitados, então, será recompensado generosamente por Allah por seus esforços e trabalho.

O princípio que rege todas as transações comerciais:

São lícitas, em princípio, todas as relações comerciais e financeiras, seja esta transação, uma compra, um arrendamento ou de qualquer outra índole dentre o que é conhecido entre as pessoas e cujo objetivo é satisfazer as necessidades, exceto aquilo que é ilícito em seu consumo e/ou sua comercialização.

O ilícito por si mesmo:

É ilícito tudo o que Allah proibiu, seja o que não é permitido ser comercializado, vendido, comprado, alugado, nem trabalhar em sua produção ou em sua distribuição entre as pessoas.

Exemples de ce que l’islam a rendu interdit en soi (de façon absolue):

  • O consumo da carne de porco.
  • Os animais mortos (de morte natural ou por outro animal,sem serem sacrificados) ou produtos derivados dos mesmos.
  • As substâncias inebriantes e as bebidas alcoólicas.
  • As drogas e tudo o que danifica a saúde.
  • Todo meio de difusão da imoralidade entre as pessoas, como a pornografia.
  • As estátuas e ídolos que são usados para adoração.

O que é ilícito adquirir:

Trata-se do capital lícito e que se converte em ilícito por investi-lo naquilo que não prejudica as pessoas e a sociedade. Assim, as causas da proibição são:

A usura, a especulação, a venda do que é desconhecido, a apropriação indébita, os jogos de azar e as apostas.

A continuação explicará cada um destas transações financeiras: